Educação, ambiente e participação no Fórum Seixal

-
02 Fev '16

O Fórum Seixal 2016 arranca com encontros sobre a municipalização da educação, os impactos da Siderurgia Nacional e com a criação de novos canais de receção de sugestões e opiniões dos munícipes.

Depois de mais um ano em que o Fórum Seixal percorreu as freguesias do concelho do Seixal e debateu, com a população, alguns dos temas estratégicos para o município, como a criação de novos equipamentos sociais e desportivos, a defesa da gestão pública da água, a reconversão urbanística e outros de menor dimensão mas de grande importância para a vivência do dia a dia, como a requalificação de espaços públicos de proximidade, o Fórum regressa para mais uma edição de encontros com a população.

Neste arranque de 2016 estão agendados 12 encontros sobre o tema «Municipalização da Educação» em escolas do ensino básico e secundário do concelho, um encontro com a temática «Impactos Ambientais do Complexo da Siderurgia Nacional» e a disponibilização de dois novos meios de contacto com a população para receção de sugestões e opiniões.

O objetivo dos encontros sobre a municipalização da educação é refletir em conjunto e debater as dificuldades da proposta que pretende passar para os municípios atribuições do Governo na área da gestão de recursos humanos e físicos, competências pedagógicas, entre outras. Toda a comunidade escolar está convidada a participar nestes encontros de debate e troca de opinião.

O encontro sobre os impactos ambientais do complexo da Siderurgia Nacional pretende ouvir as opiniões e preocupações da população, autarcas e outros interessados sobre as alternativas menos danosas para os habitantes das localidades próximas desta importante empresa.

O ano de 2016 ficará também marcado pela criação de um novo endereço de correio eletrónico que fará a receção prioritária das sugestões e opiniões dos munícipes sobre a vida do concelho - forumseixal@cm-seixal.pt - e a colocação nos Serviços Centrais, lojas do munícipe e juntas de freguesia de um total de 15 postos de receção de sugestões. Estas alternativas pretendem abrir aos munícipes a participação na vida local e ouvir as suas preocupações e opiniões.

O objetivo é que com a participação e com o trabalho e a dedicação de todos, seja possível garantir um futuro melhor.

Calendário de Encontros

Municipalização da educação, não!

Dia 27 de janeiro, quarta-feira, 18 horas – Escola Básica Carlos Ribeiro

Dia 15 de fevereiro, segunda-feira, 18 horas – Escola Básica Pedro Eanes Lobato

Dia 24 de fevereiro, quarta-feira, 18 horas – Escola Básica Paulo da Gama

Dia 2 de março, quarta-feira, 18 horas – Escola Básica Nun’Álvares

Dia 6 de abril, quarta-feira, 18 horas – Escola Secundária João de Barros

Dia 13 de abril, quarta-feira, 18 horas – Escola Básica de Vale de Milhaços

Dia 20 de abril, quarta-feira, 18 horas –  Escola Básica António Augusto Louro

Dia 11 de maio, quarta-feira, 18 horas – Escola Secundária Alfredo dos Reis Silveira

Dia 18 de maio, quarta-feira, 18 horas – Escola Secundária Manuel Cargaleiro

Dia 23 de maio, segunda-feira, 18 horas – Agrupamento de Escolas Terras de Larus

Dia 1 de junho, quarta-feira, 18 horas – Escola Secundária Dr. José Afonso

Dia 8 de junho, quarta-feira, 18 horas – Escola Secundária de Amora

 

Impactos Ambientais do Complexo da Siderurgia Nacional

Dia 17 de fevereiro, quarta-feira, 18 horas – Sociedade Musical 5 de Outubro

Partilhar

Está aqui