ZuKaTuga e Casuar: ao vivo no Escola Fora D’horas

ZukaTuga
-
15 Mar '16

Esta sexta-feira e sábado à noite vamos poder assistir aos concertos dos ZuKaTuga e de Casuar: no Escola Fora D’horas, no Seixal. A entrada é gratuita e os concertos vão ser transmitidos em direto no Youtube para os que não possam estar presentes nos concertos do Março Jovem 2016.

Na sexta-feira, dia 18, às 22.30 horas tocam os ZukaTuga. Como o nome denuncia um é brasileiro e outro português, juntos misturam ritmos e sonoridades lusófonas em originais de grande qualidade.

O projeto ZuKaTuga nasce em Outubro de 2012, fruto da vontade de dois amigos em fundir sonoridades lusófonas. O intuito de ambos foi beber de vários ritmos e sonoridades dos países onde o Português é predominante, misturando ritmos Africanos, Brasileiros e Portugueses.

De momento a dupla encontra-se a trabalhar com vários músicos de excelência, Pedro Guimarães no baixo, Iuri Oliveira na percussão e João Barradas no acordeão.

Já participaram em eventos como o Festival Pé na Terra, Arraial dos Navegantes, Greenfest2014 , Festival Conexão Lusófona 2015 e Festival Novos Cidadãos 2015 onde, na qualidade de anfitriões, convidaram ao palco Karyna Gomes, Rita Seidi e o Projeto Kaya.

Tocaram em salas como o B.Leza, Santiago Alquimista, a Fábrica do Braço de Prata e o Coliseu dos Recreios e foram considerados banda revelação em 2015 pela equipe do Festival Conexão Lusófona.
"Uma mistura que deu certo" - Conexão Lusófona 2015.

O primeiro cd de originais, Simplicidade, foi produzido por Ricardo Queluz no estúdio Q.B. Rock Studios e foi considerado e aconselhado por Nuno Rogeiro no programa Sociedade nas Nações. "Uma espécie de folk urbano... Só mesmo ouvindo!" - Nuno Rogeiro, Sociedade das Nações 2015.

A última proposta de A Escola Fora D’horas é Casuar:. No dia 19 de março, também às 22.30 horas, Rui Rodrigues, ex-Dazkarieh, apresenta o seu projeto a solo na onda indie/pop.

CASUAR: é a sua primeira experiência criativa e revela-se como um dos mais interessantes projetos da nova música portuguesa. Com pouco mais de um ano de existência, CASUAR: apresentou o seu primeiro disco Game Over.

Em 2015 teve um tema na compilação Novos Talentos Fnac, chegou à final dos concursos de bandas EDP Live Bands, NOS Live Act, Sziget e CambraFest (de onde saiu vencedor), e atuou no NOS Alive.

Tanto ao vivo como em disco mantém-se fiel ao conceito “one man band”: canta, toca e grava todos os instrumentos.

A par de uma digressão pelo país, CASUAR: apresenta nas Fnacs GAME OVER - um disco cantado em português.

Os concertos São novos sons, diferentes e inovadores, oportunidades de ver em primeira mão projetos musicais que prometem dar que falar. Acompanhem todo o programa do Março Jovem em www.facebook.com/marcojovemseixal.

Partilhar

Está aqui