Gostava de Estar Viva para Vê-los Sofrer

  • 26
    Quarta-feira
    Maio 2021
    >
    27
    Quinta-feira
    Maio 2021
21.00 h

Peça de teatro escrita a partir de «De Algum Tempo a Esta Parte», de Max Aub, pela Companhia de Teatro de Braga.


Classificação etária: M/ 12 anos.
Duração: 60 minutos.
 

Bilheteira

- Na Ticketline (reservas e informações 24 horas: 1820) e nos locais habituais.
- No balcão de informações da Biblioteca Municipal do Seixal, de terça a sexta-feira, das 10 às 19 horas, e sábados, das 14.30 às 19 horas.
- A bilheteira do Auditório Municipal abre 1.30 horas antes de qualquer espetáculo e encerra 15 minutos após o seu o início.
 

Sinopse

«Isto o vi eu. E continuo viva. E ainda há quem não queira inteirar-se.»

A dureza testemunhal é uma das principais qualidades deste texto seco e sórdido de Aub. «Não quero que ninguém me console», diz Emma Blumennthal ao resistir à tentação melodramática e ao esquecimento. Tenta mitigar a sua própria amargura por todas as perdas, encontrando-lhes um sentido e uma missão. E a sua missão é o testemunho, a presença e a denúncia: «isso eu vi. Sim! E ainda estou viva. E ainda há quem não queira inteirar-se». As suas palavras assumem uma dimensão enorme e justificam a sua presença diante de nós. Apesar do sofrimento, aquela mulher torturada pela vida e pela história decide ir em frente, viver, lutar e, acima de tudo, recordar, porque como diz: «se não houver memória, para que se vive?». Isto explica claramente a nossa proposta: romper as fronteiras do silêncio e do esquecimento. Por isso veio, para que nos deixe observar sua miséria e degradação, por isso vamos pôr em cena este texto; para não esquecer aqueles que viveram estas e outras guerras, recordar as vítimas dos totalitarismos aniquilantes e avisar para o perigo de uma sociedade que roça a debilidade. Para reivindicar o valor do teatro testemunho do exílio, como um instrumento vivo e eficaz para interpelar a sociedade.

Ignácio Garcia

 

Ficha técnica

Autor: Max Aub | Tradução: Ivonete da Silva Isidoro | Encenação e dramaturgia: Ignácio Garcia (Espanha/México) | Assistentes de encenação: Solange Sá, Grasiela Müller | Adereços: Grasiela Müller | Cenografia: José Manuel Castanheira | Técnico de luz: Fábio Tierri | Técnico de som: Grasiela Müller | Figurinos: Manuela Bronze | Confeção: Mónica Melo | Desenho de luz: Bogumił Palewic | Fotografia: Eduarda Filipa | Elenco: Ana Bustorff  (atriz convidada).
 

 

Regras de utilização do Auditório Municipal de acordo com as normas da Direção-Geral da Saúde

  • É obrigatório o distanciamento físico de 2 metros no acesso ao auditório e às bilheteiras (a lotação da bilheteira é de 1 pessoa);
  • É obrigatório o uso de máscara no auditório e a higienização das mãos à entrada e à saída do mesmo;
  • A abertura de portas será feita 1 hora antes do espetáculo;
  • Recomenda-se a chegada antecipada para evitar maior ajuntamento de pessoas; 
  • Os espetáculos têm início à hora marcada;
  • A lotação é limitada em função do cumprimento das orientações da Direção-Geral da Saúde para os recintos de espetáculos e espaços culturais;
  • Prevê-se a existência de lugares individuais e para coabitantes (2 lugares);
  • Não existem lugares previamente marcados;
  • A entrada no auditório e a indicação dos lugares serão acompanhadas por assistentes de sala. Os espetadores devem cumprir rigorosamente todas as instruções dos assistentes de sala e não poderão trocar de lugar ou deslocar-se sem motivo justificado;
  • Durante o espetáculo o público deve permanecer no seu lugar. No final, deverá aguardar a indicação dos assistentes para se levantar e sair do auditório;
  • Não será permitida a permanência de espetadores no interior do auditório após o final dos espetáculos;
  • Nas instalações sanitárias apenas serão permitidas duas pessoas em simultâneo.
Público-alvo
Geral

Bilheteira Online/Reservas (24 horas) 1820 (Ticketline)

Informações 915 635 090 (de segunda a sexta-feira, das 10 às 12 horas e das 14 às 17 horas)

Informações bilheteira.cultura@cm-seixal.pt

Preço
8 euros | Descontos: 5 euros para jovens até 25 anos, reformados e trabalhadores das autarquias do Seixal
a
Adicionar evento

Está aqui