Água

Água para Consumo Humano

No Seixal, a água captada para o abastecimento público tem origem subterrânea, no Aquífero da Península de Setúbal, sendo efetuada a monitorização regular da qualidade da água das captações.

Para que a água esteja disponível para ser utilizada para consumo humano é necessário passar por diversas fases: captação, tratamento, armazenamento e distribuição. A autarquia é responsável pela gestão da água nas diversas fases.

No concelho, para uma população de cerca de 158 269 habitantes (Censos 2011), existe um consumo de água na ordem dos 141,5 l/hab/dia.

A Rede de Abastecimento de Água no Seixal é constituída por:

  • 28 captações subterrâneas;
  • 6 centros distribuidores de águas (CDA), em Fernão Ferro, Torre da Marinha, Cruz de Pau, Belverde, Casal do Marco e Santa Marta do Pinhal;
  • 7 depósitos elevados;
  • 8 depósitos apoiados;
  • 5 estações elevatórias.

Captações existentes no Seixal:

Zona de abastecimento: Cruz de Pau
Desinfeção: Dióxido de cloro
Captações: PS1, PS2, FR10, FR5
População estimada (hab.): 47 477
Volume médio (m3/dia): 7712

Zona de abastecimento: Torre da Marinha
Desinfeção: Dióxido de cloro
Captações: JK10, JK12, PS6
População estimada (hab.): 30 962
Volume médio (m3/dia): 6364

Zona de abastecimento: Belverde
Desinfeção: Dióxido de cloro
Captações: CR2, RA1, JK11, JK8
População estimada (hab.): 2850
Volume médio (m3/dia): 1565

Zona de abastecimento: Santa Marta
Desinfeção: Dióxido de cloro
Captações: FR12, JK13, JK16, JK5, PS4
População estimada (hab.): 45 961
Volume médio (m3/dia): 10 795

Zona de abastecimento: Casal do Marco
Desinfeção: Dióxido de cloro
Captações: FR7, FR8
População estimada (hab.): 12 031
Volume médio (m3/dia): 2715

Zona de abastecimento: Fernão Ferro
Desinfeção: Dióxido de cloro
Captações: FR13, FR14, JK15, JK6, JK9, PS5
População estimada (hab.): 18 986
Volume médio (m3/dia): 6027
 

Qualidade da Água

São realizadas análises de controlo de qualidade da água através da aplicação do Programa de Controlo de Qualidade da Água, elaborado anualmente e aprovado pela Entidade Reguladora de Serviços de Águas e Resíduos. São ainda realizadas análises extras em pontos de amostragem diversos, em reservatórios e captações, integradas no Controlo Operacional do Sistema.

A frequência destas análises é calculada anualmente com base nos volumes médios diários, relativos ao ano anterior, em cada zona de abastecimento de água, bem como na população estimada em cada centro distribuidor.

Consulte os resultados das análises à água relativos na lista de documentos disponível na barra à direita.

Grau de Dureza da Água

A dureza da água está relacionada com a natureza geológica do solo por onde a água passa, mais concretamente, com a presença de catiões metálicos, nomeadamente os iões de cálcio (Ca2+) e magnésio (Mg2+).

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a dureza da água classifica-se conforme a concentração de carbonato de cálcio (CaCO3).

Grau de dureza da água Carbonato de Cálcio
(mg/l CaCO3)
Água muito dura > 180
Água dura 120-180
Água moderadamente dura 60-120
Água macia < 60

                   Fonte: APDA (Associação Portuguesa de Distribuição e drenagem de Águas)

Durante o ano de 2017, foram realizadas análises à água do município do Seixal, a partir das quais foram obtidos os dados constantes no quadro da dureza da água, onde se verifica qual o grau de dureza da água em cada zona de abastecimento das freguesias do concelho.

Descarregue o mapa da Rede de Abastecimento de Água existente no concelho do Seixal. Clique nas zonas a tracejado para melhorar a visualização das Redes de Abastecimento de Água.

Documentos: 
Análises à água - 1.º trimestre de 2018
Análises à água - 2.º trimestre de 2018
Classificação da Dureza da Água no Município do Seixal em 2017
Manual de utilização do Balcão Digital da Água
Regulamento do Abastecimento de Água e do Saneamento de Águas Residuais do Município do Seixal
Tarifário do Abastecimento de Água e do Saneamento de Águas Residuais

Partilhar

Está aqui