Geminações

A cooperação intermunicipal no contexto da cooperação internacional é um fenómeno relativamente recente – pós 2.ª Guerra Mundial.

As relações estabelecidas entre municípios prendem-se, na generalidade dos casos, com motivações de ordem histórica, ou pela existência de fortes comunidades de um determinado país.

A cooperação intermunicipal possibilita, na maioria dos casos, uma aproximação das comunidades estrangeiras aos seus países de origem, produzindo por essa via efeitos que se refletem, muitas vezes, na diminuição da guetização a que muitas vezes estão sujeitas.

Esta aproximação manifesta-se através do envolvimento efetivo nas ações de cooperação como, por exemplo, nas campanhas de solidariedade.

No caso português, os municípios-alvo são essencialmente dos países africanos de língua oficial portuguesa, como consequência do passado colonizador.

É neste contexto que o Município do Seixal inicia, em 1985, o seu processo de geminações e consequentemente a sua política de cooperação para o desenvolvimento, numa primeira fase com municípios de países de língua oficial portuguesa.

Acordo com HavanaCarta de intenções com BaucauProtocolo de geminação com Assis ChateaubriandProtocolo de geminação com BeiraProtocolo de geminação com Boa VistaProtocolo de geminação com LobataProtocolo de geminação com Lobito

Partilhar

Está aqui