SeixalJazz 2017

Outubro é mês de SeixalJazz! De 19 a 28 de outubro, no Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal, cruzam-se músicos e projetos do melhor e mais promissor jazz nacional, europeu e norte-americano.

Wolfgang Muthspiel Quintet

19 de outubro – quinta-feira – 22 horas

Wolfgang Muthspiel – guitarra
Ralph Alessi – trompete
Jon Cowherd – piano
Scott Colley – contrabaixo
Eric Harland – bateria

O quinteto de Wolfgang Muthspiel abre o festival. O guitarrista austríaco, a quem a revista The New Yorker apelidou de «a shining light» (uma luz brilhante) apresenta-se com uma formação de grandes nomes do jazz americano contemporâneo.

Slow Is Possible

20 de outubro – sexta-feira – 22 horas

André Pontífice – violoncelo
Bruno Figueira – saxofone alto
Duarte Fonseca – bateria
João Clemente – guitarra
Nuno Santos Dias – piano
Ricardo Sousa – baixo elétrico e contrabaixo

Slow Is Possible é o nome do projeto de seis jovens músicos portugueses de formação clássica. São uma das mais recentes revelações do jazz português e tocam um jazz com evidentes influências eruditas, mas que também vai beber ao rock, pós-rock, blues, fado e improvisação livre.

Michaël Attias Quartet

21 de outubro – sábado – 22 horas

Michaël Attias – saxofone alto
Aruán Ortiz – piano
John Hebert – contrabaixo
Nasheet Waits – bateria

Michaël Attias é um dos músicos mais proeminentes da cena jazz nova-iorquina do século XXI. O quarteto que apresenta no SeixalJazz é um dos projetos mais criativos a surgir nos últimos tempos. «Nerve Dance», o seu último disco, recebeu a aprovação generalizada da crítica internacional.

João Barradas Quinteto

26 de outubro – quinta-feira – 22 horas

João Barradas – acordeão e acordeão midi
André Fernandes – guitarra
João Paulo Esteves da Silva – piano
André Rosinha – contrabaixo
Bruno Pedroso – bateria

Na segunda semana, o SeixalJazz abre espaço para o quinteto de João Barradas, um dos mais conceituados e reconhecidos acordeonistas europeus. Move-se entre a música clássica, o jazz e a música improvisada. Apresenta-se no Seixal com uma formação de músicos excecionais do panorama nacional.

Dominique Pifarély Quartet

27 de outubro – sexta-feira – 22 horas

Dominique Pifarély – violino
Antonin Rayon – piano
Bruno Chevillon – contrabaixo
François Merville – bateria

Dominique Pifarély combina a tradição clássica do violino com o swing da música contemporânea europeia, tendo contribuído para a modernização do violino no jazz com mestria na execução e uma forma criativa e imaginativa de compor.

Lee Konitz Quartet

28 de outubro - sábado – 22 horas

Lee Konitz – saxofone alto
Dan Tepfer – piano
Jeremy Stratton – contrabaixo
George Schuller – bateria

O SeixalJazz 2017 encerra com um nome incontornável, Lee Konitz, um dos mais criativos e prolíficos intérpretes do jazz moderno. Na sua longa carreira atravessou todos os estilos do jazz e tocou com quase todos os grandes intérpretes: Dave Brubeck, Ornette Coleman, Charles Mingus ou Lennie Tristano. Apresenta-se com uma energia e capacidade de improvisação mais vivas que nunca.

 

Os concertos começam sempre às 22 horas, no Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal.

Os bilhetes estarão à venda no início de setembro.

A Escola Vai ao SeixalJazz

Quinteto Gonçalo Marques
25 de outubro – quarta-feira – 15 horas

Gonçalo Marques – trompete
João Guimarães – saxofone alto
José Pedro Coelho – saxofone tenor
Demian Cabaud – contrabaixo
Marcos Cavaleiro – bateria

Como habitualmente, o festival dedica um dia ao seu projeto pedagógico e os alunos e professores das escolas básicas do concelho do Seixal vão assistir a um concerto comentado pelo quinteto do trompetista Gonçalo Marques, na tarde do dia 25 de outubro.

Festival Internacional SeixalJazz 2017, de 19 a 28 de outubro, no Fórum Cultural do Seixal.

 

Bilhetes à venda no início de setembro.

Partilhar

Está aqui