Seixal comemora centenário de José Saramago

-
01 Abr '22

A Câmara Municipal do Seixal associa-se à Fundação José Saramago e promove um programa comemorativo do centenário do nascimento do escritor, Prémio Nobel da Literatura e nome maior das letras portuguesas, que se assinala em 16 de novembro deste ano.

A apresentação do programa comemorativo, que se realiza no dia 5 de abril, às 10.30 horas, na Biblioteca Municipal do Seixal, conta com a presença da presidente da Fundação José Saramago, Pilar del Rio, e é dirigida ao público em geral e à comunidade educativa do concelho do Seixal.

As comemorações decorrem até ao final do mês de novembro de 2022 e incluem um conjunto diversificado de propostas de âmbito cultural que celebram e enaltecem a vida e obra de uma personalidade singular na história da cultura e literatura mundiais, das quais destacamos:

Exposição A Maior Flor do Mundo

Mostra de ilustrações de André Letria, inspiradas no conto infantil «A Maior Flor do Mundo, de José Saramago.

Local: Biblioteca Municipal do Seixal
Data: de 5 de abril a 14 de maio
Destinatários: público em geral

Hora do Conto «A Maior Flor do Mundo»

Sessão de Hora do Conto, a partir do livro «A Maior Flor do Mundo», de José Saramago, com ilustrações de André Letria.
A maior flor do mundo é a história de um menino curioso, que um dia decide ir além do muro da sua casa e do rio da sua aldeia. O que ele consegue fazer com uma flor, murcha e caída, é algo que deve servir de aprendizagem para todos. Para miúdos e graúdos, fica a pergunta: e se as histórias para crianças passassem a ser de leitura obrigatória para os adultos? Seriam eles capazes de aprender realmente o que há tanto tempo têm andado a ensinar?

Data: de 5 de abril a 14 de maio
Horário: de terça a sexta-feira, às 10.30 e 14.30 horas
Destinatários: crianças dos 4 aos 12 anos (de 4 a 25 participantes)
Nota: marcação prévia para escolas, infantários e grupos no Espaço Júnior
Local: Biblioteca Municipal do Seixal
Tel.: 210 976 100
Email: biblioteca.se@cm-seixal.pt

Oficina Às Árvores Pintadas Não Lhes Caem as Folhas

Às Árvores Pintadas Não Lhes Caem as Folhas é uma oficina de expressão plástica complementar à Hora do Conto, com recurso a diferentes materiais.

Data: de 5 de abril a 14 de maio
Horário: de terça a sexta-feira, às 10.30 e 14.30 horas
Destinatários: crianças dos 4 aos 12 anos (de 4 a 25 participantes)
Nota: marcação prévia para escolas, infantários e grupos no Espaço Júnior
Local: Ludoteca da Biblioteca Municipal do Seixal
Tel.: 210 976 100
Email: biblioteca.se@cm-seixal.pt

Mostra Bibliográfica e Documental José Saramago: Centenário

Mostra documental de obras do fundo bibliográfico da Biblioteca Municipal do Seixal do autor José Saramago e sobre ele, com especial enfoque em edições de fundos especiais.

Local: Biblioteca Municipal do Seixal
Data: de 5 de abril a 26 de novembro
Destinatários: público em geral

Exposição Levantados do Chão: das Planuras Alentejanas ao Bulício da Fábrica Mundet, Seixal

No ano em que se completam 100 anos sobre a fundação da firma Mundet & C.ª, Lda. e também 25 anos sobre a aquisição pública da antiga fábrica da Mundet, no Seixal, a presente exposição de exterior visa estabelecer um paralelo entre as condições de vida e de trabalho dos alentejanos evidenciadas no livro «Levantado do Chão» e a continuação da epopeia desses trabalhadores rurais alentejanos quando migraram para o meio urbano e fabril.

Local: Parque Urbano do Seixal
Data: de julho a dezembro
Destinatários: público em geral
Tel.: 210 976 112
Email: ecomuseu.se@cm-seixal.pt

Ação de decortiçamento no âmbito da exposição Levantados do Chão: das Planuras Alentejanas ao Bulício da Fábrica Mundet, Seixal

Partindo da descrição magistral do descortiçamento do sobreiro apresentada na obra «Levantado do Chão», e em associação à exposição de exterior, será levada a cabo uma ação de descortiçamento de alguns sobreiros existentes no Parque Urbano do Seixal que, tendo sido descortiçadas em 2013, completam este ano o intervalo de nove anos entre despelas previsto por lei.

Data: 2 de julho
Destinatários: público em geral
Local: Parque Urbano do Seixal
Nota: inscrição prévia

Recital de Canto e Piano

Ricardo Panela, barítono
Nuno Vieira de Almeida, piano
Ilustrado por Leonardo Guichon

Saramago e Lopes-Graça: a última obra de Lopes-Graça composta sobre um texto poético original é o «Tríptico de D. João» da autoria de José Saramago. Intenso e sombrio, este pequeno ciclo é a única colaboração entre estes dois grandes criadores e é raramente ouvido, uma falha que queremos agora colmatar.  Para dar uma ideia do espírito multifacetado de Lopes-Graça serão igualmente interpretadas canções populares de diversos países, com arranjos do maestro e compositor português, assim como canções sobre poemas de Carlos de Oliveira e Fernando Pessoa.O concerto será ilustrado por Leonardo Guichon, inspirado na vasta obra de Saramago, e terá transmissão em direto em vários locais do concelho.

Local: Largo da Igreja, Seixal
Data: 16 de setembro às 21.30 horas
Destinatários: público em geral

Exposição Voltar aos Passos Que Foram Dados

A mostra pretende promover o contacto inicial ou de revisitação com a literatura e com o pensamento de José Saramago, e cumprir as suas palavras no final de «Viagem a Portugal»: «É preciso voltar aos passos que foram dados, para repetir e para traçar caminhos novos ao lado deles. É preciso recomeçar a viagem. Sempre. O viajante volta já».

Data: de 4 de outubro a 26 de novembro
Destinatários: público em geral e escolas da rede pública do concelho
Local: átrio da Biblioteca Municipal do Seixal e escolas da rede pública do concelho.
Disponível para itinerância pelas escolas secundárias 

Ensaio sobre a Cegueira, pela Companhia de Dança Contemporânea de Évora

Criação inspirada na obra com o mesmo título de José Saramago, resulta do culminar de um percurso de experimentação coreográfica, em torno do comportamento humano em situações de crise e violência. Os conflitos interiores, o medo, o individualismo como forma natural de existir, as questões éticas e morais associadas ao comportamento em sociedade elencam a natureza comportamental dos intérpretes. Em cena, a natureza humana é apresentada de forma crua, sem emoção. Os elementos-chave obra de José Saramago surgem como indutores da linguagem dramatúrgica e de movimento, que desenvolve uma metáfora acerca do comportamento humano individual e coletivo, um discurso sobre a condição humana.

Local: Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal
Data: 8 de outubro, às 21.30 horas
Destinatários: público em geral

Leitura encenada «O Ano da Morte de Ricardo Reis»

Ricardo Reis, um dos heterónimos de Fernando Pessoa, ganha vida no romance de José Saramago. Regressado do exílio, em dezembro de 1935, instala-se num hotel em Lisboa, perto do rio. No dia seguinte, consulta os jornais e toma conhecimento da morte inesperada do poeta do Orfeu. Após visitar o túmulo de Pessoa no Cemitério dos Prazeres, de volta ao seu quarto, encontra o poeta à sua espera. Ao longo do romance, Reis e Pessoa encontram-se inúmeras vezes, conversando e refletindo sobre literatura, política, o amor, a vida e a morte.
O espetáculo baseia-se numa seleção das palavras de Saramago, centradas nos diálogos entre Reis e Pessoa. A leitura dramatizada dá corpo às palavras de Saramago e voz às suas personagens, sublinhando a oralidade da prosa e a fluidez do discurso no seio da narrativa.

Data: 16 de novembro, às 18 horas
Destinatários: público em geral
Local: Biblioteca Municipal do Seixal

Ciclo de Cinema: Saramago em Fundo Branco

Apresentação em várias datas, durante o mês de dexembro, de um conjunto de filmes inspirados na obra literária de José  Saramago.

Local: Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal
Data: 6, 7, 8, 13, 14, 15 e 21 de dezembro, às 21.30 horas
Destinatários: público em geral

 

Partilhar

Está aqui