Espaço 58

A 2.ª edição do Espaço 58 surge em 2018 com um novo modelo e desta vez dá palco a projetos musicais desenvolvidos por jovens com idades entre os 14 e os 30 anos, provenientes do distrito de Setúbal.

Em 2017, atuaram no Espaço 58 seis projetos oriundos do concelho, onde durante uma hora tiveram oportunidade de partilhar a sua música também com todo o universo online, através de um concerto transmitido em live streaming. Todos os concertos continuam disponíveis para ver e ouvir em http://www.cm-seixal.pt/espaco-58/2017/espaco-58.

Próxima transmissão, dia 27 de outubro , às 19 horas

As atuações têm lugar no Centro de Apoio ao Movimento Associativo Juvenil – CAMAJ, localizado na antiga Escola de Conde de Ferreira, no núcleo urbano antigo do Seixal, sendo que o principal carácter diferenciador do Espaço 58 é o facto de os concertos serem transmitidos pela internet, através da plataforma Youtube.

Programa 2018

Moon Preachers (Seixal)

Garage rock, punk rock, psicadélico
28 de março, 21 horas
Concerto integrado no Março Jovem 2018.

Concerto no Espaço 58

Os Moon Preachers são um duo. Tocam garage rock, punk rock, psicadélico, tocam o caos. Tocam a vida de dois miúdos de 19 anos. De frente para o mundo, lançam em março de 2018 o seu primeiro disco, «A Free Spirit Death», documento que retrata uma vida adolescente paranoica, confusa e fugaz.

Não tendo nada a perder, apresentam desde honestos hinos à loucura (The Beast/Shake My Head) a tratados punk das periferias (High Street). Desde o rock tribal desassossegado de Death Hallway ao balancé de Walking and Trembling. Desde canções barulhentas que dizem que é tempo de mudar (Ghost on the Hill) a instrumentais frenéticos que acompanham o teu pensar (Confusion Beat).

Depois de estoirarem diversos palcos pelo país inteiro, preparam-se agora para estoirar o restante. E o mundo.

Bandcamp: http://moonpreachers.bandcamp.com/

Persona 77 (Montijo)

Rock alternativo
28 de abril, 19 horas

Os Persona 77 são uma banda de rock alternativo, formada no Montijo, com influências díspares que vão desde Metallica e Arctic Monkeys a Radiohead, Queens of the Stone Age e The Doors. Um projeto de amigos que evoluiu para algo mais sério a partir da vitória no concurso nacional de bandas e subsequente participação na Festa do Avante 2014.

A partir daí, editam o EP «Monomania» e tocam em diversos locais como na Incrível Almadense, Capricho Setubalense ou no Popular de Alvalade. O mais recente single tem o nome de «A Solução» e marcou o passo seguinte da evolução da banda, que já se encontra a terminar o seu próximo lançamento, «O Feiticeiro».

Concerto no Espaço 58

 

Head Switch (Seixal)

Covers punk/rock, grunge, classic rock
26 de maio, 19 horas

Os Head Switch são uma banda de covers de vários estilos à volta do rock, desde punk/rock, grunge, classic rock.

A banda foi formada em 2017, por Tomás Salavessa (bateria e voz secundária), Tomás Moreira (guitarra solo e voz secundária), Tomás Bastos (guitarra ritmo), Carlos Mendes (baixo) e Margarida Mendes (voz) com objetivo de mostrar que o rock não está a morrer e que os jovens do concelho do Seixal apoiam o rock nacional e internacional.

Facebook: https://www.facebook.com/H3adSwitch
Instagram: @h3adswitchmusic 

Concerto Espaço 58

 

RECover (Sesimbra)

Música portuguesa
27 de outubro, 19 horas

RECover são um trio acústico de Sesimbra e tocam essencialmente música portuguesa. Estão juntos há um ano a encantar de norte a sul do país e são apaixonados pelo que fazem, como demonstram nas atuações e na sua dinâmica em palco.

Atualmente têm como objetivo continuar a divulgar a música na língua portuguesa.

Unclear (Sesimbra)

24 de novembro, 19 horas

Os Unclear são uma banda que começou na escola, com membros de idades compreendidas entre os 16 e os 20 anos. Começou por ser um grupo de covers, até que em 2015 decidiram começar a escrever e compôr, contando já com seis originais. 

Alex Page (Almada)

Pop alternativa, dance, rock
15 de dezembro, 19 horas

Original de Almada, o trio Alex Page, com Alexandre Matias, na voz e sintetizadores, Cláudio Pinto, no baixo e sintetizadores e Ricardo Neves, na bateria, estreia-se em 2014 com o EP «Deviance Disorder», através da plataforma online Bandcamp (alexpage.bandcamp.com) que, num tom completamente inovador e artístico, constata a existência de comportamentos desviantes em relação aos elevados padrões sociais vigentes.

Criam música pop com uma sonoridade alternativa, que navega entre o dance e o rock. Assemelham-se à sonoridade dos Depeche Mode, com a irreverência dos Radiohead e a poesia dos The Doors.

+ informações: area.juventude@cm-seixal.pt

Partilhar

Está aqui